Tempo de leitura: 3 minutos
blog termopar cabecalho

Nesta postagem do blog, contaremos tudo sobre termopares!
Em resumo, um termopar é um dispositivo termoelétrico usado para medir a temperatura em processos diversos. Consiste em dois fios de metais diferentes unidos em uma das extremidades.
Ao aquecer ou resfriar essa junção de metais, uma tensão é gerada e este efeito é chamado “Efeito Seebeck”.

Mas você aprenderá mais sobre isso ao ler o restante desta postagem, continue lendo!

  • O que é um TERMOPAR?

Um termopar é um sensor usado para medir a temperatura. Os termopares consistem em dois fios de metais distintos, unidos em uma das extremidades, criando uma junção. Esta junção é onde a temperatura é medida. Quando a junção passa por uma mudança de temperatura, uma tensão é gerada. A tensão pode então ser interpretada usando tabelas de referência de termopar para calcular a temperatura.

Existem muitos tipos de termopares, cada um com suas próprias características exclusivas em faixa de temperatura, durabilidade, resistência à vibração, resistência química e compatibilidade de aplicação. Os tipos J, K, T e E são termopares de “Metal Base”, os tipos mais comuns de termopares. Os termopares do tipo R, S e B são termopares de “Metal nobre”, usados em aplicações de alta temperatura.

Termopares são usados em muitas aplicações industriais e científicas. Eles podem ser encontrados em quase todos os mercados industriais: Geração de Energia, Petróleo / Gás, Farmacêutico, BioTech, Cimento, Papel e Celulose, etc.
Termopares também são usados em aparelhos de uso diário, como fogões, fornos e torradeiras.

Os termopares são normalmente selecionados devido ao seu baixo custo, limites elevados de temperatura, amplas faixas de temperatura e natureza durável.

  • Quais os tipos de TERMOPARES?

Quando se trata de termopares, aplicações diferentes exigem dispositivos diferentes.
É por isso que uma distinção geral é feita entre dois tipos de termopares.

Leia sobre eles abaixo:

1. Termopares de “Metal Base”:

Nesta subposição encontram-se os termopares dos tipos J, K, T e E, sendo os termopares mais comuns.

* Os termopares do tipo
J, consistem em Ferro e Constantan. Ele tem uma faixa ligeiramente restrita de -40 °C a 760 °C.

* Os termopares do tipo K, consistem em Chromel e Alumel. Esse tipo é mais comum, pois é de uso geral e não é caro. Seu intervalo é de -200 °C a 1350 °C.

* Os termopares do tipo T, consistem em Cobre e Constantan. É muito resistente à corrosão e é estável quando usado em temperaturas abaixo de zero. A faixa de um termopar tipo T é de -180 °C a 370 °C.

* Os termopares do tipo E, consistem em Níquel Cromo e Constantan. Não é muito sensível quando se trata de corrosão.

2. Termopares de “Metal Nobre”:
Aqui você pode encontrar termopares do tipo R, S e B. Termopares de metal nobre são usados em aplicações de alta temperatura. Esses termopares são feitos de platina ou liga de ródio para cada condutor. Eles são muito estáveis, mas são menos sensíveis na medição. Os tipos R e S podem medir até 1600 °C.

codigo cores termopar blog
  • Efeito Seebeck

Não podemos escrever uma postagem de blog sobre termopares sem falarmos do efeito Seebeck. 

No ano de 1821, o Sr. Thomas Johann Seebeck redescobriu de forma independente, que um dispositivo feito de dois metais distintos, com junções possuem temperaturas diferentes, resultaria no desvio de uma bússola. As bússolas contêm um ímã e é por isso que o Sr. Seebeck concluiu que essa junção causava magnetismo. Não demorou muito para perceber que a deflexão do ímã era causada por uma corrente elétrica. Como explicado antes, as diferenças de temperatura resultam em uma tensão elétrica (fem – força eletromotriz) no ponto de junção. Esta tensão é proporcional à diferença de temperatura entre os dois metais diferentes. Essa constante de proporcionalidade é conhecida como coeficiente de Seebeck. 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

vinte + dezenove =

Postar Comentário